Janaina Paschoal: ‘Bolsonaro está jogando no lixo a oportunidade que criamos’

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) criticou, em entrevista ao Pânico nesta segunda-feira (8), a conduta do presidente Jair Bolsonaro comandando o país. Para ela, Bolsonaro está “jogando no lixo” os votos que recebeu em 2018.

“Eu vejo o cara [Jair Bolsonaro] jogando no lixo a oportunidade que a gente construiu”, disse sobre a eleição do capitão reformado. A advogada lamentou as confusões criadas pelo presidente. “Ele está conseguindo afastar aquelas pessoas que o apoiaram. Cada dia que passa é uma surpresa, uma polêmica, uma confusão que no ponto de vista racional é difícil explicar”, afirmou.

Autora do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, Janaina disse que as ações desastrosas de Bolsonaro tornam difícil defendê-lo. “As pessoas ponderadas ficam numa situação difícil em defender tanta loucura. Por que eles fazem isso? Isso me intriga desde o começo do governo”, desabafou.

A parlamentar defendeu que o próprio Bolsonaro é o responsável pelas críticas que enfrenta. “O único culpado é ele próprio”, afirmou. “Não tem nenhum escândalo, nenhum desvio, mas é muita confusão. Quando você acha que o país vai engrenar, ele arruma uma encrenca. Ele está esgotando a população, mesmo as pessoas que gostam dele”, continuou.

Apesar das críticas, Janaina Paschoal falou que está tentando ajudar o presidente, mas não sabe como. “Eu olho para o lado e não vejo alternativa, não me sinto representada por esses todos fazendo movimentos para tirar o presidente”, lamentou. “Tento ajudar o presidente para recuperar o que dá para recuperar, mas não vejo como, o povo todo é muito doido.”

Impeachment

Ainda na entrevista ao Pânico, Janaina comentou os pedidos de impeachment contra Bolsonaro. Ela não acha que haja motivo para o impedimento do presidente. “Eu ainda não vejo elementos suficientes para alicerçar um pedido de impeachment”, afirmou.

Ela, no entanto, alertou o presidente e a equipe ministerial. Citando o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a advogada defendeu que haja uma mudança no governo.

“O ministro em nenhum momento teve a humildade para debater temas, ouvir especialistas. Você pode ser de direita, mas não pode perder a consistência”, disse sobre Weintraub. Ela também criticou o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, dizendo que ele “perdeu a mão”. “Parece que todo mundo que entra nesse governo perde a mão.”

Para Janaina Paschoal, a condução desastrosa do governo e os problemas ministeriais podem dar motivo a um impeachment de Bolsonaro. “As pessoas estarem procurando uma alternativa, é culpa do presidente”, explicou. “Ainda tem muito tempo de governo e daria para ele [Bolsonaro] fazer um esforço, em nome de muita gente que confiou nele, de melhorar. Mas os caras só acham que se governa dando pancada, escrevendo no Twitter e no Facebook”, disse a deputada.