Crivella permite volta às aulas presenciais nas escolas privadas do Rio

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – O prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) anunciou que a partir do dia 3 de agosto as escolas particulares do Rio poderão retomar as aulas presenciais de forma voluntária. O anúncio foi feito após uma reunião pela manhã com representantes das escolas privadas.

Segundo a prefeitura, o retorno será facultativo a professores, funcionários e pais de alunos que assim desejarem. A retomada deverá seguir regras da Vigilância Sanitária para evitar a transmissão do novo coronavírus.

Crivella também afirmou que o retorno das aulas na rede pública de ensino será debatido ainda nesta semana.

Na última sexta-feira (17), entrou em vigor no Rio a fase 4 da flexibilização do distanciamento social. Estava previsto nesta etapa o retorno das atividades nas pré-escolas e turmas de 1º e 2º ano, mas a Prefeitura do Rio recuou.

“Estamos ouvindo a opinião pública. Das pessoas que ouvimos, 60% acham prematuro abrir as escolas”, disse o prefeito.

As atividades presenciais estão suspensas nas escolas do município desde o dia 16 de março. Como em outras cidades e estados, alguns professores têm compartilhado conteúdos com os alunos por meio de plataformas digitais.

Na nova fase de flexibilização no Rio, também está liberado o funcionamento dos pontos turísticos. Ainda assim, os principais equipamentos turísticos da cidade decidiram que retomarão as atividades, de forma conjunta, na primeira quinzena de agosto.

A prefeitura também permitiu jogos de vôlei e futevôlei nas quadras das praias da cidade de segunda a sexta. Segundo as novas regras, o comércio de rua poderá funcionar com dois terços da capacidade, sendo respeitado o distanciamento mínimo.