Mundo ultrapassa marca de 16 milhões de casos confirmados de coronavírus, segundo balanço de universidade americana


Os cinco países com maior número de registros são Estados Unidos, Brasil, Índia, Rússia e África do Sul. Agentes de saúde fazem desinfecção em rua de San Gregorio Atlapulco, em Xochimilco, na Cidade do México na sexta-feira (24)
Rebecca Blackwell/AP
Os casos confirmados de coronavírus em todo o mundo superaram a marca da 16 milhões de infectados neste domingo (26), de acordo com o monitoramento da universidade norte-americana Johns Hopkins.
Os cinco países com maior número de registros são Estados Unidos, Brasil, Índia, Rússia e África do Sul.
Ao todo, mais de 644 mil pessoas morreram devido à Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Os países com mais mortes são Estados Unidos, Brasil, Reino Unido, México, e Itália.
Brasil ultrapassa 86 mil vítimas da Covid; média móvel de mortes é a maior da pandemia
Os países que foram exemplo mas sofrem agora com segunda onda de Covid-19
Coreia do Norte registra primeiro caso suspeito de coronavírus
Mundo passa de 16 milhões de casos confirmados de Covid-19
Universidade Johns Hopkins/Reprodução
A Organização Mundial de Saúde (OMS) emitiu o primeiro alerta da doença em 31 de dezembro de 2019, depois que autoridades chinesas notificaram casos de uma misteriosa pneumonia na cidade de Wuhan.
Em 9 de janeiro, o resultado das primeiras análises da sequência do vírus realizadas por equipes chinesas comprovaram que os casos de pneumonia se devem a um novo coronavírus, um tipo semelhante ao da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars), que infectou mais de 8 mil pessoas e provocou 775 mortes em 2003.
Cronologia: a expansão do novo coronavírus descoberto na China
Seis meses depois do 1º alerta sobre o novo coronavírus: o que já sabemos e o que ainda é incerto?
O que já sabemos e o que ainda é incerto sobre o Coronavírus?