Réver se irrita com fama de ‘cavalo paraguaio’ do Galo: ‘Vamos calar a boca de muita gente’

O Atlético-MG é tratado por muitos torcedores como “cavalo paraguaio” no Campeonato Brasileiro. Vencedor de apenas uma edição, a de 1971, o Galo voltou a sofrer este tipo de provocação de rivais após a queda de rendimento e a perda de liderança na competição nacional. Para o zagueiro Réver, entretanto, o time mineiro ainda irá dar a volta por cima nesta temporada e “calará a boca de muita gente”.

“A gente escuta muita coisa. Quando você está vencendo, as mesmas pessoas que acabam falando esse tipo de coisa, você encontra essas pessoas em bastidores e elas falam: ‘Vocês são franco favoritos ao título, estão jogando o futebol mais bonito do País’. Então, hoje é muito fácil falar que o Atlético é cavalo paraguaio. Hoje é fácil, o Atlético está na terceira posição, com um jogo a menos, a três pontos do líder, e o Atlético é cavalo paraguaio. E o que vai dizer de outras equipes que não vem desempenhando um grande futebol, não está na parte de cima da tabela?”, perguntou o capitão atleticano, sem especificar qual pessoas teria usado o termo pejorativo. “A gente não pode levar para o lado pessoal, porque a gente vai dar margem para o que a pessoa quer, que é aquele minuto de fama dela. A gente sabe o que fazer para calar a boca de muita gente. E o que depender de mim e dos meus companheiros, a gente vai fazer, porque o Atlético está acima de todos, principalmente desse tipo de pessoa”, completou o zagueiro, de 35 anos.

O Atlético-MG soma 32 pontos em 18 jogos disputados e tem a quarta melhor campanha do Campeonato Brasileiro, com 59,3% dos pontos disputados. A equipe de Jorge Sampaoli está atrás de São Paulo (62,5%), Internacional e Flamengo (ambos com 61,4%). “Hoje, o Atlético é um time que vem sendo questionado pelos seus resultados. Há duas, três semanas, era o time a ser batido na competição. Futebol é muito dinâmico, as oscilações acabam acontecendo. E hoje, a gente está sendo criticado pelos resultados, mas tudo pode mudar, quem sabe a partir de domingo, com uma vitória”, continuou o jogador, que levantou a taça de campeão da Libertadores em 2013. Atlético-MG e Flamengo se enfrentam no domingo, às 18h15, no Mineirão, pela 20ª rodada do Brasileirão. Em caso de vitória, os mineiros ultrapassam o Flamengo e podem retornar à liderança se o Internacional perder na rodada.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Artigos Relacionados

Comentários

Compartilhar

Últimas Notícias

Jogadores da NBA se reúnem com Papa Francisco para debater justiça social

Cinco jogadores da NBA foram convidados pelo Papa Francisco para comparecerem ao Vaticano e debaterem questões sociais. Entre os nomes selecionados para a reunião...

Tênis: Dupla com brasileiro encerra temporada como a melhor do mundo

A Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) anunciou que a dupla do brasileiro Bruno Soares e o croata Mate Pavic encerrou a temporada como a...

Liga dos Campeões: Inter x Real Madrid e PSG tentando se reerguer; veja todos os jogos da semana

Após uma pausa de duas semanas, a Liga dos Campeões da UEFA está de volta. Por causa da pandemia de Covid-19, a fase de...

D’Alessandro anuncia que deixará o Inter no fim de 2020: ‘Decisão pessoal’

O meia argentino Andrés D’Alessandro, do Internacional, anunciou nesta segunda-feira, 23, que vai deixar o clube gaúcho em janeiro. O jogador de 39 anos...

Grêmio anuncia renovação de contrato do treinador Renato Gaúcho

O Grêmio oficializou na tarde desta segunda-feira, 23, a extensão do vínculo do técnico Renato Gaúcho até o dia 28 de fevereiro de 2021,...