Corinthians, Santos e São Paulo trocam de comando; veja o que muda

Corinthians, Santos e São Paulo estão começando 2021 com caras novas. Sim, os elencos e os treinadores são os mesmos da reta final do ano passado. A mudança se refere à presidência dos clubes paulistas, que elegeram novos mandatários para o triênio (2021-2023). Duílio Monteiro Alves, braço direito de Andrés Sánchez, assume o Timão precisando recolocar a agremiação do Parque São Jorge no eixo. Andrés Rueda tentará trazer um pouco de paz ao Peixe, que viu José Carlos Peres sofrer um impeachment no último mês de novembro. Julio Casares, por sua vez, recebe a missão de diminuir os gastos do Tricolor e quebrar o jejum de oito anos sem um título. O são-paulino e o santista começam seus mandatos nesta sexta-feira, 1º. O corintiano inicia seu mandato na segunda, 4. Abaixo, confira quais serão as mudanças das novas gestões.

Corinthians

Duílio Monteiro Alves comandará o Corinthians no triênio 2021-2023

Aos 45 anos de idade, Duílio Monteiro Alves começou como diretor cultural do Corinthians em 2009, passou para diretor-adjunto em 2011 e deixou o cargo em 2014. Quatro anos depois, ele retornou ao clube para ser diretor de futebol de Andrés Sanchez, tornando-se o braço direito do mandatário. Antes de ser eleito, Duílio prometeu finalizar o CT da base, investir mais nas categorias inferiores e dar espaço aos garotos no time principal. Além disso, o novo presidente garantiu que irá diminuir a alta dívida do Timão – a equipe fechou o balanço de 2019 com o maior déficit da história. Por isso, ele fala em “disciplina financeira” e diz que contará com o apoio de uma consultoria de gestão.

Duílio também visa aumentar a receita comercial em 50% nos próximos três anos e turbinar o programa de Sócio Torcedor – a meta é triplicar a quantidade de associados, fazendo com que os planos sejam mais acessíveis para a população de baixa renda. Para Flavio Prado, comentarista do Grupo Jovem Pan, a troca de Andrés Sanchez para o novo presidente pouco deve mudar o futuro do clube. “No Corinthians, vai continuar mais ou menos a mesma coisa. É o mesmo pessoal que está lá”, disse.

Já Mauro Beting acredita que a troca na gestão poderá ser positiva. “No caso do Corinthians, o grupo que venceu, o do Duílio Monteiro Alves, está no poder desde 2007. É um grupo que foi campeão da Libertadores de forma invicta, campeão do Mundial de Clubes também. É um grupo que tem muitos erros e muitos acertos. De certa forma, as coisas começam a se equacionar. Eu diria que é uma mudança para melhor porque as coisas já estavam se acertando no final da gestão passada”, analisou.

Santos

Especialista em engenharia de sistemas, Andrés Rueda é o novo presidente do Santos

Matemático, Andrés Rueda é especialista em engenharia de sistemas e tem experiência em gestão. Apesar de fazer parte do Comitê de Gestão de José Carlos Peres, ele renunciou após sete meses no cargo e apareceu na última eleição como um dos candidatos da oposição. O novo presidente prometeu mais critério no momento das contratações, almeja concretizar o acordo com a WTorre para a reforma na Vila Belmiro e também aperfeiçoar as instalações do CTs Rei Pelé e Meninos da Vila. Além disso, Rueda vislumbra uma gestão mais transparente, com foco na diminuição da enorme dívida do clube. Quando os torcedores puderam frequentar novamente os estádios, ele tentará levar os jogos do Peixe para a cidade de São Paulo com mais frequência.

“O Santos deverá ganhar uma melhor estrutura porque o presidente é milionário. Então, ele deve colocar o dinheiro dele no clube. Isso, para falar a verdade, eu não sei se é uma boa porque o time funciona melhor quando usa a categoria de base”, destacou Flavio Prado. “No Santos, pelo menos há uma estabilidade institucional para acertar a sua vida, embora também tenha que acertar as suas contas, problema que vem de gestões anteriores. Ainda assim, é um alento”, complementou Mauro Beting.

São Paulo

 

Julio Casares, da chapa Juntos pelo São Paulo, foi eleito o presidente do clube para o triênio 2021-2023

Presidente eleito no São Paulo, Julio Casares, advogado, publicitário, professor e radialista, vai mudar a diretoria do clubes depois de fevereiro, ao término do Brasileirão. A ideia do mandatário é trazer um nome de peso para substituir Raí como diretor de futebol. Além disso, ele já anunciou o retorno de Muricy Ramalho para o cargo de coordenador de futebol, prometeu a permanência de Diniz como técnico e revelou que o ídolo Kaká fará parte de um conselho do clube. Em seu plano de gestão, Casares não pretende promover mudanças radicais no estádio do Morumbi e almeja criar um grupo para tentar sanar as dívidas.

“O novo presidente do São Paulo é extremamente competente, trazendo grandes nomes da história do Morumbi, que já vão assumir agora. Ele pega o clube em um momento melhor, depois de um dos piores anos da história do São Paulo. Na teoria, uma mudança para melhor”, elogiou Mauro Beting. O comentarista Flavio Prado, por sua vez, demonstrou desconfiança. “No caso do Julio Casares, é uma grande incógnita. Ele tem algumas ideias próprias, mas, depois de tantos anos ao lado do Leco, a gente não sabe que tipo de influência direta isso terá no clube.”

Artigos Relacionados

Comentários

Compartilhar

Últimas Notícias

Grêmio e Atlético-MG empatam em 1 a 1 e perdem chance de se aproximarem da liderança

O confronto entre a defesa menos vazada e o melhor ataque do Campeonato Brasileiro terminou empatado. Com um gol no fim de Everton, o...

São Paulo x Internacional: assista à transmissão da Jovem Pan ao vivo

O jogo entre São Paulo e Internacional, válido pelo Campeonato Brasileiro, acontece nesta quarta-feira, 20. A Jovem Pan apresenta todas as emoções do duelo...

Com gol de CR7, Juventus vence o Napoli e garante primeiro título de Pirlo

Com gol de Cristiano Ronaldo, a Juventus derrotou o Napoli por 2 a 0 e garantiu o título da Supercopa da Itália. Essa foi...

BC decide manter juros básicos em 2% ao ano

A taxa vigorará nos próximos 45 dias

STJD intima Mano Menezes a depor no caso Gerson/Ramirez de injúria racial

Mano Menezes, ex-treinador do Bahia, foi intimado nesta quarta-feira, 20, pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para depor na próxima segunda-feira, às 11...