Pix terá pagamentos programados e troco em dinheiro

Banco Cenral acredita que sistema viabilizará pequenos negócios

Sistema vai diminuir os custos das operações

O Pix, sistema que pagamentos instantâneos, terá novas funcionalidades no futuro, como pagamentos programados e troco em dinheiro. A afirmação é do presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, que lançou nesta segunda-feira (16) a operação plena do Pix, que até domingo (15) estava em fase de testes.

Segundo Campos Neto, o sistema permitirá o chamado cashback (dinheiro de volta, em inglês). Ou seja, o consumidor poderá pagar uma compra em uma loja com Pix e receber o troco em dinheiro. No evento virtual de lançamento do Pix, Campos Neto destacou que o novo sistema é democrático por levar a tecnologia a todos os lugares, além de diminuir os custos das operações. “O Pix é rápido, barato, seguro, transparente e aberto”, comemorou.

Por reduzir os custos, como, por exemplo, com transporte de dinheiro, o presidente do BC declarou que o novo sistema viabiliza pequenos negócios. Também ressaltou que o sistema é seguro. “O dinheiro passa a ser rastreado e reduz várias práticas de crime como lavagem de dinheiro”, afirmou.

Com Agência Brasil 

Artigos Relacionados

Comentários

Compartilhar

Últimas Notícias

“O agro enfrenta uma grande orquestração”

Eduardo Logemann, o porta-voz do clã que foi pioneiro em fabricação de colheitadeiras no Brasil e construiu uma das gigantes mundiais da agricultura,...

Confiança do comércio tem queda menor em fevereiro

Segundo recuo consecutivo no ano revela preocupação dos empresários com a economia

Programa abre inscrições para apoiar startups do agronegócio

Intensive Connection tem a assinatura do hub de inovação AgTech Garage com apoio do Sicredi

Intenção de consumo das famílias recua

Indicador revela que incertezas econômicas têm aumentado a cautela dos brasileiros