Eduardo Bolsonaro é condenado a indenizar jornalista após ataques

Eduardo Bolsonaro

Eduardo Bolsonaro

Eduardo Bolsonaro
TJ de São Paulo condena Eduardo Bolsonaro a indenizar jornalista (Imagem: Reprodução / YouTube)

Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, foi condenado pela 11ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo, que julgou parcialmente procedente o pedido da jornalista do jornal Folha de S.Paulo, Patricia Campos Mello, a indenizá-la por danos morais.

O valor estipulado para a indenização foi fixado em R$ 30 mil. A sentença ainda cabe recursos por parte do parlamentar. Por meio de uma nota, o tribunal explicou que Eduardo Bolsonaro disse, em uma transmissão pelo YouTube, “que a autora tentava seduzir para obter informações prejudiciais ao seu pai, o presidente da República Jair Bolsonaro. Além disso, o deputado declarou que a jornalista teria sido promovida no trabalho por publicar notícias falsas. Tais declarações também foram veiculadas pelo réu em sua página pessoal no Twitter”.

O juiz Luiz Gustavo Esteves disse, em trecho da sentença, que Eduardo Bolsonaro extrapolou o direito de livre manifestação de seu pensamento ao disparar falsas imputações à jornalista e, por isso, entendeu o crime como sendo contra a honra:

“O réu ao postar/transmitir em sua rede social que a autora teria praticado fake news e, como resultado, obtido uma promoção em seu trabalho, bem como que teria se insinuado sexualmente a terceira pessoa, no exercício de sua profissão, por certo, transbordou tais limites, ofendendo a honra daquela, colocando em dúvida, inclusive, a seriedade do seu trabalho jornalístico e de sua empregadora”.

Partindo em sua defesa, o deputado alegou que “apenas reproduziu” testemunho na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Fake News, todavia, o juiz não levou em consideração tal hipótese já que se sabia que o testemunho era falso quando o parlamentar fez a transmissão pela internet.

“No mínimo, foi incauto o requerido ao não ressaltar tal fato, o que reforça sua intenção de macular a imagem da autora”, escreveu o juiz.

“Para a fixação do valor da indenização, foram considerados que o cargo da autora – jornalista – tem relação direta com os fatos e que o conteúdo do vídeo foi largamente difundido entre o altíssimo número de seguidores que o deputado possui nas redes sociais”, concluiu o comunicado do TJ de São Paulo.

AvatarDa Redação

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

O post Eduardo Bolsonaro é condenado a indenizar jornalista após ataques apareceu primeiro em RD1.

Artigos Relacionados

Comentários

Compartilhar

Últimas Notícias

O ar que me falta

Três razões tornaram a leitura do livro de Luiz Schwarcz uma experiência fulminante

BC estende acordo com Fed até fim de setembro

Contrato especial de swap vigorará por mais seis meses

Marco Antonio Carbonari explica a diferença entre o vinho seco e suave

Você se considera um especialista de vinhos? Não? Pois então hoje é dia de aprender com Marco Antonio Carbonari.

Desemprego é o maior para o ano desde 2012

Porém, taxa de desocupação caiu para 13,9% no quarto trimestre

Curitiba é a única cidade da América do Sul entre as mais inteligentes do mundo

Capital paranaense foi escolhida pelo terceiro ano consecutivo