Há um mês, Bolsonaro e Crivella diziam sofrer do “mesmo mal”: a Globo

Crivella
Bolsonaro e Crivella falaram no mês passado que sofrem do “mesmo mal” (Imagem: Reprodução/ Agência Brasil)

Preso nesta terça-feira (22), Marcelo Crivella (Republicanos) passou os últimos anos em “pé de guerra” com a Globo. No mês passado, inclusive, ele apareceu junto com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e disparou contra a emissora.

“No final da linha, nós sofremos quase que do mesmo mal”, disse o presidente ao prefeito do Rio de Janeiro, quando gravou o vídeo de apoio à reeleição do aliado. O ex-candidato, cabe lembrar, foi derrotado por Eduardo Paes (DEM).

Na época, Bolsonaro ainda apontou “uma grande emissora de televisão” como a responsável por esse “mal” aos dois políticos. Desde o início do mandato, o presidente sempre ressalta que a Globo o persegue e promove “ataques injustificáveis”.

Crivella foi preso a 9 dias de encerrar o mandato, após ação deflagrada pela Polícia Civil e o Ministério Público do Rio. A investigação aponta a existência de um “QG da Propina” na Prefeitura.

No esquema, de acordo com o MP, empresários pagavam para ter acesso a contratos e para receber valores que eram devidos pela gestão municipal.

Antes de entrar na Delegacia Fazendária, ele disse que foi o prefeito que mais combateu a corrupção e que espera por “justiça”.

“Lutei contra o pedágio ilegal, tirei recursos do carnaval, negociei o VLT, fui o governo que mais atuou contra a corrupção no Rio de Janeiro”, declarou Marcelo Crivella aos jornalistas.

Fábio AlmeidaFábio Almeida

Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna “Do Fundo do Baú”, publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]

O post Há um mês, Bolsonaro e Crivella diziam sofrer do “mesmo mal”: a Globo apareceu primeiro em RD1 .

Artigos Relacionados

Comentários

Compartilhar

Últimas Notícias

Asfixia silenciosa por Covid-19: ‘Não senti nada, mas meus pulmões estavam tomados’, diz jovem

Apesar de não apresentar febre, tosse ou falta de ar, a engenheira de produção Bruna Chagas, de 33 anos, procurou o atendimento de saúde...

O ar que me falta

Três razões tornaram a leitura do livro de Luiz Schwarcz uma experiência fulminante

BC estende acordo com Fed até fim de setembro

Contrato especial de swap vigorará por mais seis meses

Marco Antonio Carbonari explica a diferença entre o vinho seco e suave

Você se considera um especialista de vinhos? Não? Pois então hoje é dia de aprender com Marco Antonio Carbonari.

Desemprego é o maior para o ano desde 2012

Porém, taxa de desocupação caiu para 13,9% no quarto trimestre