Atendimento médico de má qualidade mata mais do que não ter acesso a hospitais

O atendimento médico de má qualidade mata mais do que não ter acesso a hospitais. É o que mostra uma pesquisa realizada pela Comissão de Saúde Global de Alta Qualidade e divulgada pelo jornal científico The Lancet.

Cerca de 5 milhões de pessoas morrem por ano em países de média e baixa renda por causa do atendimento precário. O número supera as 3,6 milhões de mortes por falta de acesso ao sistema de saúde.

Entre os 137 países de baixa e média renda estudados está o Brasil. No país, morrem 153 mil pessoas por causa de consultas de má qualidade — número três vezes maior do que as pessoas que morrem por não terem acesso a hospitais, que somam 51 mil.

Entre os principais problemas listados pelos pesquisadores estão falta de respeito, consultas rápidas e com falhas e preconceito.

Artigos Relacionados

Comentários

Compartilhar

Últimas Notícias

Indústria tem retomada moderada em março

Utilização da capacidade instalada se mantém em patamar elevado O emprego registrou o oitavo mês de avanço consecutivo Os...

Banco Central propõe criar Pix Saque e Pix Troco

A previsão é que os serviços possam ser usados no segundo semestre As duas inovações trarão mais...

Lula surpreende e passa a seguir Juliette e Gilberto nas redes sociais

Lula passa a seguir Juliette e Gilberto nas redes sociais (Imagem: Reprodução – Agência Brasil – Globo/ Montagem – RD1) O ex-presidente Luiz Inácio Lula...

Bolsonaro se revolta com o Jornal Nacional e diz que prefere ver Chaves

Bolsonaro reage de forma inusitada contra o Jornal Nacional (Imagem: Reprodução – Globo/ Montagem – RD1) O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) decidiu novamente soltar...

Como fusões e aquisições contribuem para as estratégias de crescimento?

Temática será debatida em master live com especialistas do mercado no dia 11 de maio