Venda de 46 planos de saúde está proibida a partir desta segunda (11)

A comercialização de 46 planos de saúde, de 13 operadoras diferentes, está suspensa a partir desta segunda-feira (11) de acordo com decisão da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A medida, anunciada pela agência no último dia 1º, é temporária e acompanha os resultados trimestrais do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, que monitora o desempenho do setor.

A mesma avaliação permitiu a retomada, também a partir de hoje, da venda de sete planos de saúde de duas operadoras, que haviam sido suspensos anteriormente.

De acordo com a ANS, a suspensão temporária da comercialização de planos de 13 operadoras se deu em função de reclamações sobre cobertura assistencial, prazo máximo de atendimento e rede de atendimento, entre outras. A medida foi anunciada antes do carnaval, com base em reclamações de beneficiários no último trimestre de 2018.

“Os planos suspensos só podem voltar a ser comercializados quando forem comprovadas melhorias”, informou a agência. Eles atendem, juntos, a cerca de 570 mil beneficiários, que não são afetados pela medida. A assistência médica continua valendo para quem já é cliente, mas novas vendas não podem ser feitas.

*Com Agência Brasil

Artigos Relacionados

Comentários

Compartilhar

Últimas Notícias

Atividade econômica avança 2,5% no Sul no quarto trimestre

O BC alerta que a trajetória na região pode ser impactada pela ampliação dos casos de Covid-19

Produção de veículos cai 3,5% em fevereiro

É o pior resultado para o mês desde a crise de 2016

O emblemático Fusca

O fusca é um carro emblemático que chama a atenção por onde passa. Ainda nos dias atuais faz sucesso entre os amantes...

Produção industrial registra nona alta consecutiva

Indicador cresceu 0,4% em janeiro

Eduardo Bolsonaro expõe briga com Danilo Gentili e fala sobre pedido de prisão

Eduardo Bolsonaro falou sobre pedido de prisão de Danilo Gentili (Imagens: Reprodução – Agência Brasil – SBT/ Montagem – RD1) Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) surpreendeu ao...